02/04/11

Especialistas afirmam que crianças e adolescentes podem praticar musculação


A musculação combate o sedentarismo, melhora o condicionamento cardiovascular, a flexibilidade e as habilidades motoras. Até o momento médicos do mundo inteiro concordavam que a prática da musculação na infância e adolescência era prejudicial ao desenvolvimento físico de um indivíduo. Porém esse pensamento acaba de ser mudado.

Em uma das maiores revisões já feitas sobre o tema, especialistas do "Institute of Training Science and Sports Informatics", na Alemanha, analisaram dezenas de estudos feitos nas últimas décadas sobre treino de força para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos e concluíram que quando bem orientada, a musculação traz benefícios.

De acordo com a pesquisa, jovens que fizeram treino de resistência pelo menos duas vezes por semana, no período mínimo de um mês, apresentaram maior ganho de força do que aqueles que se exercitavam apenas uma vez por semana ou por tempos mais curtos.

O resultado contraria a afirmação de que crianças e adolescentes devem evitar a musculação. Muitas idéias erradas foram feitas acerca da musculação na puberdade. A mais comum delas diz que a sua prática entre os mais jovens provoca baixa estatura e danos físicos.

Mas a verdade é que a musculação para crianças e adolescentes deve ser praticada com cautela e limite, pois segundo Paulo Zogaib, professor de medicina esportiva da Universidade Federal de São Paulo, "Não se pode impor grandes sobrecargas de peso a estruturas que ainda não estão completamente maturadas".

A prática da musculação, com o objetivo de obter aumento de massa muscular, deve ser realizada a partir do momento em que uma criança começa a entrar na puberdade, época em que passa a adquirir características de um adulto. Nas meninas costuma ocorrer entre 12 e 14 anos e nos meninos um pouco mais tarde, entre 14 e 16 anos. "Antes disso, o menino, por exemplo, não possui nem testosterona suficiente para ganhar massa muscular”, diz Barros. A testosterona é o hormônio responsável pelas características masculinas.

Portanto lembre-se: tanto crianças quanto adolescentes podem se beneficiar da prática de musculação. Mas é importante que as orientações dos profissionais e as regras de segurança sejam respeitadas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário