14/01/13

Anvisa apreende e inutiliza lote de anabolizante falsificado

Empresa detentora do registro do produto disse que não fabricou o lote falsificado


Hemogenin. Foto: Reprodução

Paula Laboissière
Agência Brasil e Anvisa

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (14) no Diário Oficial da União determina a apreensão e a inutilização, em todo o território nacional, do produto Hemogenin, Lote 1.3621, validade 6/2015. O lote do medicamento, um anabolizante, é falsificado.

De acordo com o texto, a empresa Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda, detentora do registro do produto, informou que não fabricou o lote do produto. A resolução entra em vigor na data da publicação.

Essa não é a primeira vez que ocorre a falsificação do medicamento. Em 2004, a empresa comunicou à Anvisa que o lote 88, validade dezembro/2004, comprimido 50mg, havia sido adulterado.

A Oximetalona é uma droga anabolizante e pertence à categoria de medicamentos sujeitos a controle especial (Portaria nº 344/98, lista C5). É indicada no tratamento de anemias causadas pela produção deficiente de eritrócitos, também a anemia aplástica adquirida, a anemia aplástica congênita, a mielofibrose e as anemias hipoplásticas.

Acentua a produção e excreção urinária de eritropoetina em pacientes com anemias devidas à deficiência da medula óssea e, muitas vezes, estimula a eritropoiese e em anemias devidas à deficiente produção de eritrócitos.

Risco


O uso da oximetolona é contra-indicado em casos de câncer de mama ou próstata em homens, câncer de mama com metástase em mulheres com nefrose, gravidez, disfunção hepática grave.

Suas principais reações adversas são: hepatotoxicidade e virilização. Outros efeitos incluem retenção de líquido, ganho de peso, hipertensão, sintomas psiquiátricos, náusea, vômito, diarréia, anormalidades lipídicas, testes da função hepática aumentados, colestasia e icterícia, peliose hepática, movimentos coreiformes e hiperglucagonemia.

Nenhum comentário :

Postar um comentário