20/03/13

Ministério da Justiça se reúne com Anvisa e fabricante do AdeS

A empresa detalhou as falhas operacionais que ocasionaram a alteração no produto



Imprensa/Anvisa

A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ), por meio do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) receberam, em audiência nesta terça-feira (19), representantes da empresa Unilever Industrial Ltda., fabricante do produto AdeS, sabor maçã, de 1,5 litro, produzidos em 25 de fevereiro deste ano (Lote AGB25), para esclarecimentos adicionais sobre recall anunciado no dia 14 de março.

A empresa detalhou as falhas operacionais que ocasionaram a alteração no produto que originou o recall. Declarou, ainda, que já recolheu 36 das 96 unidades envolvidas na campanha. Por parte da Senacon e da Anvisa, foi informado que as medidas apresentadas não eximem a responsabilidade da empresa por eventuais danos causados aos consumidores, e que continuarão monitorando o processo de recall e apurando a responsabilidade da empresa nos termos das normas aplicáveis.

Em relação à suspensão determinada pela Anvisa, a fábrica da empresa em Pouso Alegre (MG) encontra-se em inspeção pela Vigilância Sanitária local. A Agência aguarda o relatório conclusivo da inspeção para análise detalhada do caso.

Por fim, a Unilever se comprometeu a adotar todas as medidas necessárias para a prevenção de acidentes de consumo e recolhimento do produto, além de oferecer atendimento médico gratuito aos consumidores que tenham consumido o produto alterado. A empresa também disponibilizou um serviço de atendimento para informações e esclarecimentos adicionais pelo telefone 08007070044 e e-mail sac@ades.com.br.

Produtos estão suspensos


Na última segunda-feira (18/3), a Anvisa publicou a suspensão de fabricação, distribuição, comercialização e uso de todos os produtos Ades da linha de produção TBA3G. Os produtos fabricados na linha de produção TBA3G podem ser identificados pelos lotes que possuem as iniciais AG (A, significa a fábrica de Pouso Alegre e G, a linha de produção TBA3G).

Desse modo, os consumidores e as vigilâncias sanitárias locais podem fazer a identificação dos produtos e retira-los de circulação. As embalagens de 200ml e 330ml fabricadas pela empresa não estão abarcadas na suspensão e podem ser comercializados e consumidas normalmente.

Nenhum comentário :

Postar um comentário