06/07/13

Amanda Peçanha conta como ganhou 10 quilos em um ano e meio de musculação

Estudante de educação física mudou hábitos incorretos de treino e alimentação antes de conquistar um corpo sarado



Há três anos, a estudante de educação física Amanda Liberato Peçanha frequentava a academia apenas para manter o peso. A capixaba de 21 anos, 1,60 m e 58 kg não queria saber de puxar ferro na academia para ter um corpo sarado até conhecer o seu noivo, um personal trainer que a fez mudar de opinião.

Há um ano e meio, Amanda começou a levar a sério os treinos de musculação e os resultados começaram a aparecer em poucos meses. Hoje, ela exibe com orgulho as medidas de um corpo sarado.


História


"Eu nunca fui satisfeita com o meu corpo", revelou Amanda, que começou a praticar musculação aos 17 anos. "Sempre fui muito magra. Ia à academia somente para manter meu peso", contou a capixaba que pesava 48 quilos.

Foi na academia que ela conheceu o seu noivo, o personal trainer Fabrício Santos da Costa. "Eu o conheci na academia em que ele trabalhava, há quatro anos. Ele era professor de lá e nos aproximamos aos poucos até começarmos o nosso namoro", disse.

Fabrício foi o responsável por convencer Amanda a ter um corpo sarado. "Ele ajudou a tirar da minha cabeça esse negócio de manter o peso e começar a hipertrofiar o meu corpo", lembrou.

"Faz um ano e meio que comecei levar a sério o treino de musculação", completou Amanda. Ela aumentou o peso em 10 quilos e hoje exibe suas novas medidas: 96 cm de busto, 26 cm de braço, 64 cm de cintura, 97 cm de quadril, 60 cm de coxa e 34 cm de perna.

Atualmente, Amanda estuda educação física e trabalha na Base Academia, adquirida por seu noivo há quatro meses. "Eu ajudo a instruir os alunos, fico na recepção, resolvo de tudo um pouco", disse Amanda, que conclui a faculdade este ano.

Há três anos, Amanda Peçanha pesava 48 quilos. Hoje ela pesa 58 e exibe as curvas de um corpo sarado.


Treino


Antes de se tornar uma mulher sarada, Amanda teve que aprender a enxergar os próprios erros cometidos em seu treino de musculação. "Eu era teimosa e fazia muito exercício aeróbio em meu treino. Na minha cabeça eu queria crescer definida. Meu noivo sempre quis mudar isso, mas eu criava uma barreira que o impedia de fazer tudo do jeito dele", recordou.

"Só percebi que estava errada há um ano e meio atrás, quando procurei acompanhamento nutricional. Meu noivo e minha nutricionista mudaram a minha cabeça" completou.

Amanda frequenta a academia todos os dias, inclusive aos sábados. A capixaba procura exercitar o corpo por inteiro e só faz mudanças em seu treino para melhorar alguma parte de seu físico. "Sempre procuro mudar onde vejo que não está legal. No momento, quero aumentar o volume do meu vasto medial e melhorar o contorno do meu bíceps", revelou.



"Eu era teimosa e fazia muito exercício aeróbio em meu treino", revelou Amanda


Alimentação


Graças à sua genética, Amanda sempre teve um corpo magro, desde a infância. Assim, ela aproveitava para comer bastante sem se preocupar com a balança. "Sempre comi muito. Comia bastante porcaria também porque gostava. Desde criança morei com minha avó materna e ela só fazia coisas gostosas", contou.

Após conhecer a nutricionista e atleta de body fitness Rosane Braga, a estudante se convenceu de que precisava mudar seus hábitos alimentares. "A mudança partiu de mim mesma. Parei de comer todas as porcarias de que gostava e passei a comer tudo o que era saudável. Minha nutricionista não teve o trabalho de reeducar a minha alimentação. Ela me ensinou a comer mais para crescer", disse.

A capixaba faz oito refeições ao dia para manter o metabolismo sempre acelerado e estimular a queima de gordura corporal. Em sua dieta, ela inclui carboidratos complexos como pão e arroz integral, batata doce e feijão, que fornecem energia ao corpo. Para ter mais músculos e matar a vontade de comer muito, Amanda ingere proteínas magras como peito de peru, queijo minas frescal, frango e claras de ovos.

Agora, ela segue à risca uma dieta mais saudável e resiste à tentação de comer doces e gorduras. "Nada de refrigerante nem sorvete. Parei de vez. Não coloco nem uma bala na boca. Quando sinto muita vontade de comer um doce, como barrinhas de proteína", disse.

Nem no dia do lixo a sarada abre algum tipo de exceção para comer guloseimas ou fast-food. "Quando faço dia do lixo eu apenas aumento a quantidade de alimentos que como na minha dieta", contou.

Antes de puxar ferro na academia, Amanda toma uma dose de whey protein com albumina. No pós-treino, ela come uma porção de batata doce e toma uma dose de BCAA.

"Parei de comer todas as porcarias de que gostava e passei a comer tudo o que era saudável", disse Amanda.


Planos para o futuro


Amanda deseja se tornar uma atleta de musculação. No momento, ela se prepara para participar de seu primeiro campeonato, que acontecerá este ano em sua cidade. "Vou competir na categoria Wellness e participar para adquirir experiência. Meu noivo e minha nutricionista são os meus maiores incentivadores. Estou com 12% de gordura corporal. Meu objetivo é chegar a 9 até o dia da competição", contou.

A capixaba deu a sua opinião sobre as pessoas que criticam mulheres que possuem corpos musculosos. "Acho que os corpos sarados inspiram não somente beleza, mas também saúde. As pessoas que criticam gostariam de ter esses corpos", opinou.

Além da carreira de atleta, a capixaba contou que tem planos para a sua vida sentimental: ela deseja se casar com seu noivo depois de concluir os estudos na faculdade.

Ao final da entrevista, Amanda deixou uma mensagem de incentivo para as mulheres que buscam conquistar um corpo sarado: "Não ligue para o que as pessoas pensam. Corra atrás dos seus objetivos, treine corretamente, se alimente corretamente. Faça tudo com disciplina e dedicação. Não desista no meio do caminho. Busque se inspirar em alguém, porque isso ajuda muito".

Visite a Base Academia
Endereço: Rua Cônego João Guilherme, 175.
Bairro: Vila Lenira.
Cidade: Colatina, Espírito Santo.

Um comentário :

  1. Parabéns continue treinando. Está com um corpo lindo

    ResponderExcluir