17/11/13

Raul Perrelli conta como perdeu 45 quilos em 8 meses com caminhada, corrida e dieta

Depois de viver por muitos anos acima do peso, biólogo abandonou o sedentarismo para emagrecer. Agora recifense faz musculação e já ganhou 5kg de massa magra


Raul Perrelli

O biólogo Raul Perrelli passou por uma transformação física radical nos últimos meses. Cansado de viver por anos acima do peso, o recifense de 32 anos, 78,5kg e 1,80 m abandonou o sedentarismo e começou a fazer caminhada e corrida. Ele perdeu 45 kg em oito meses.

Mas ele não parou por aí. Matriculou-se em uma academia e já ganhou 5 quilos de massa magra. Raul contou como conseguiu alcançar seu objetivo: "Nunca pensei em desistir", disse.

História


Raul nunca se preocupou com sua a forma física. Aos 16 anos, se tornou um rapaz obeso devido aos maus hábitos alimentares adquiridos.

Ele contou que chegou a praticar esportes para conter o ganho de peso, mas a tentativa foi em vão. "Cheguei a praticar esportes por algum tempo. Jogava bola, fazia musculação e artes marciais, mas depois parei e comecei a engordar cada vez mais", disse.

O jovem não queria ouvir conselhos de familiares nem se importava com as brincadeiras dos colegas da faculdade. "Minha família me dizia que estava muito gordo, que devia fazer dieta. Na faculdade algumas pessoas tiravam onda da minha cara, mas nunca me abalei com isso", disse.

A falta de disposição para emagrecer manteve Raul obeso por muitos anos. "O pontapé inicial para sair da inércia é muito complicado", revelou.

A cada tentativa de iniciar uma dieta, os amigos do recifense duvidavam de sua capacidade. "Você tá de dieta? Você não vai conseguir de novo", diziam.

Aos 120 kg, Raul resolveu dar um basta e virar o jogo. Em julho do ano passado, começou a fazer caminhada na rua. Depois começou a praticar corrida. A inserção da atividade física em seu dia a dia aliada a uma dieta saudável o levou a perder 45 quilos em oito meses. Seu percentual de gordura corporal baixou de 40 para 12%.

Mas ele não parou por aí. Depois de perder tanto peso, tomou uma nova decisão. "Decidi aumentar a minha massa muscular e me matriculei em uma academia", contou.

Em fevereiro deste ano, Raul começou a praticar musculação e, até o momento, ganhou cinco quilos de massa magra. Seu percentual de gordura corporal baixou para 9% e hoje ele exibe suas novas medidas: 108 cm de peitoral, 38 cm de braço, 80 cm de abdômen, 59 cm de perna e 36 cm de panturrilha.

Em 2012, Raul Perrelli pesava 120 kg . Agora o biólogo pesa 78,5 kg.
Em 2012, Raul Perrelli pesava 120 kg . Agora o biólogo pesa 78,5 kg.
Foto: Arquivo pessoal

Treino


Raul entrou para a academia acompanhado da esposa, Lívia Patriota. Ele começou a notar os primeiros sinais de progresso logo nos primeiros meses.

Interessado em ganhar massa muscular, o biólogo começou a buscar mais conhecimentos sobre nutrição, musculação e cinesiologia (ciência que estuda os movimentos humanos). "Recebi ajuda do professor da academia. Pesquisava algumas coisas e ele me orientava", disse.

O recifense treina musculação de segunda à sábado. "Meu treino não passa de 50 minutos", disse. Ele dá atenção especial para a região abdominal. "Faço abdominais três vezes por semana. Faço tri-set com carga para trabalhar os músculos retro, infra e oblíquo", disse.

Perrelli também faz exercícios aeróbicos e ainda continua fazendo corrida na rua. "Faço aeróbicos em jejum e treino corrida. Hoje consigo percorrer 5 km em 21 minutos", contou.

A musculação ajudou Raul a acabar com a flacidez causada pela perda de peso. "Sabia que minha pele ia cair com o tempo, mas também sabia que com o tempo ela iria reduzir. A pele é elástica e vai se adaptando ao corpo", disse.

Raul frequenta a academia de segunda à sábado e ainda faz corrida na rua.
Raul frequenta a academia de segunda à sábado e ainda faz corrida na rua.
Foto: Arquivo pessoal

Alimentação


Antes de perder peso, Raul começou a fazer várias dietas para emagrecer. "Minhas dietas não passavam de uma semana", disse. "Hoje faço uso de chás - verde, preto, hibisco - gosto do sabor e, principalmente, do efeito diurético", completou.

Para eliminar a gordura corporal acumulada, o recifense fez uma mudança radical em sua dieta. "Cortei tudo de ruim: pizza, fritura e refrigerante. Comia de tudo e bebia muito também. Quando ia ao McDonal's, comia 4 sanduíches", recordou.

Ao mudar seus hábitos alimentares, Raul chegou ao ponto de diminuir drasticamente a quantidade de refeições diárias. "Teve um período que reduzi muito a comida. Houve um dia em que passei mal à noite e minha esposa me chamou a atenção para o que eu tinha comido: meia concha de canja e uma ameixa o dia todo, pois já não estava mais sentindo fome", disse.

O recifense contou que bebia muita água para enganar a fome. "Com o tempo perdi aquela fome monstruosa que sentia. Mas percebi que estava iniciando um processo de anorexia, pois não comia quase nada. Daí comecei a mudar minha dieta e ingerir alimentos forçadamente a cada 3 horas", disse.

Agora Raul faz cerca de seis refeições diárias. "Hoje como carboidratos integrais, salada de legumes, frango, carne e peixe. Tudo sem gordura e em sal", disse.

Entre abril e setembro deste ano, Raul começou a tomar suplementos alimentares à base de whey protein, creatina e albumina. "Parei para dar um descanso ao organismo. Só volto a suplementar em janeiro", disse.

Raul abandonou maus hábitos alimentares para perder a barriga.
Raul abandonou maus hábitos alimentares para perder a barriga.
Foto: Arquivo pessoal

Corpo em constante evolução


Depois de viver por anos acima do peso, Raul decidiu mudar seus hábitos de vida para conquistar um corpo saudável. Em menos de um ano, a perda de peso trouxe uma melhora em sua qualidade de vida. "Perder peso mudou a minha disposição, a minha saúde em geral", disse.

Suas antigas roupas tamanho 54 não entram mais em seu corpo. Agora ele só veste 38. "Antes todo mundo me chamava de gordo, agora me chamam de magrão", disse.

O biólogo contou que deseja continuar evoluindo em busca de um corpo mais forte e definido. "Estou gostando do meu corpo, mas quero mais. Quero diminuir meu percentual de gordura para 5% e, quem sabe, chegar num nível para poder participar de campeonatos no ano que vem", contou.

Ao final da entrevista, Raul deixou sua mensagem de incentivo para aqueles que estão lutando para perder peso. "Faça dieta e exercícios, tudo isso sustentado pela paciência e pela persistência. Os resultados dependem do seu esforço, mas sempre vêm".

Nenhum comentário :

Postar um comentário