14/12/13

Edição da VEJA São Paulo denuncia médicos que receitam bombas

Revista visitou quatro médicos que "prescrevem indevidamente anabolizantes e outras drogas perigosas a quem quer ganhar músculo a curto prazo"


Capa da edição da VEJA São Paulo que denuncia os médicos que receitam bombas. Foto: Reprodução
A edição de número 2352 da revista VEJA São Paulo traz uma reportagem de capa especial intitulada de "Os médicos que receitam bombas".

Sem identificar-se, o jornalista Sérgio Ruiz Luz visitou quatro médicos que, segundo a publicação, "prescrevem indevidamente anabolizantes e outras drogas perigosas a quem quer ganhar músculo a curto prazo".

Nos consultórios dos profissionais, a revista conseguiu obter receitas de anabólicos assinadas pelos médicos Mohamad Barakat; Yasser Maciel Jorge; Josmar Rodrigues, mais conhecido como doutor Jota e Carlos Eugênio Ventura Lopes. Fora dos consultórios, os médicos adotam uma postura diferente: são contra o uso de anabolizantes sem real necessidade.

Segundo a reportagem, entre os pacientes do Dr. Carlos Eugênio estão as ex-panicats Juju Salimeni, Dani Bolina e Thaís Bianca. Em entrevistas recentes, Juju Salimeni admitiu ter usado anabolizantes durante uma fase de sua vida, mas se arrependeu. Thaís Bianca também disse ser uma ex-usuária arrependida: "Você consegue um resultado, mas perde tudo depois. Não compensa", disse. Já Dani Bolina, negou ter usado anabólicos para aumentar suas curvas.

Quem também usou anabolizantes para ficar com o corpo turbinado foi Andressa Urach, a vice-campeã do concurso Miss Bumbum 2012. A loira de 26 anos contou que recorreu aos anabólicos para realizar um sonho: "Eu era muito magra na adolescência, sofria bullying e tinha o sonho de entrar para a TV, por isso resolvi fazer um tratamento para encorpar”, disse à publicação.

Andressa conquistou o corpo desejado, mas sofreu graves efeitos colaterais provocados pelo uso dos medicamentos. Sua voz engrossou, seu rosto ficou marcado por acne e seu clitóris aumentou.

O médico Mohamad Barakat
Foto: Mário Rodrigues

O médico Mohamad Barakat ao lado da ex-panicat Dani Bolina
Foto: Reprodução

O médico Jota Rodrigues
Foto: Mário Rodrigues

O médico Yasser Maciel Jorge
Foto:  Fernando Moraes

O médico Carlos Eugênio Ventura Lopes
Foto: Lucas Lima

Andressa Urach, a vice-Miss Bumbum 2012, já usou anabolizantes para ganhar massa muscular
Foto: Reprodução / AGNews

Parecer do Conselho Federal de Medicina sobre prescrição de anabolizantes


De acordo com o Parecer CFM nº 19/13, publicado em agosto deste ano pelo Conselho Federal de Medicina, "a utilização de anabolizantes e hormônios de crescimento por quem não tem indicação de seu uso não deve ser realizada com a finalidade de aumentar sua massa muscular ou seu porte físico".

O documento, assinado pelo conselheiro relator Júlio Rufino Torres, ainda enfatiza que "a prescrição, a administração de hormônios e anabolizantes, precisa ser exercida baseada em evidências científicas comprovadas. Somente trabalhos científicos realizados com metodologia adequada podem assegurar que um tratamento trará benefícios ao paciente".

O parecer não aprova o uso dessas medicações para fins estéticos: "Não faz sentido algum usá-las com a finalidade de fazer crescer a massa muscular, tornando o seu portador um ser que provoque espúria admiração na sociedade".

Também alerta para o risco de doenças provocadas pelo uso indiscriminado de hormônios: "O uso de hormônios sem que o organismo esteja a precisar deles, ao contrário do que é proposto pela medicina antiaging, pode sim causar inúmeros graves efeitos colaterais, inclusive o desencadeamento de certos tipos de câncer".

12 comentários :

  1. Essas panicats todas usam bomba. Não me enganam

    ResponderExcluir
  2. Paulo Guerra14/12/13 22:53

    Hoje em dia os médicos estão assim. Receitam apenas o que as pessoas querem não o que elas precisam. A falta de ética se sobrepõe ao exercício profissional. Situação lamentável

    ResponderExcluir
  3. Camila Ciqueira14/12/13 22:56

    O pior de tudo é ver essas celebridades todas com corpos perfeitos e esculturais vendendo uma falsa imagem de saúde para as pessoas.

    ResponderExcluir
  4. Pedro Nava14/12/13 23:00

    Você pode ter um corpo bombado hoje mas no futuro não conseguirá escapar das consequências. As pessoas precisam se conscientizar mais sobre isso. Se anabolizante fosse bom já estaria liberado há séculos.

    ResponderExcluir
  5. João Paulo Rodrigues14/12/13 23:01

    Como tudo no país, falta fiscalização. E onde a fiscalização é escassa, a falta de ética fala mais alto.

    ResponderExcluir
  6. Deviam caçar o CRM desses pilantras.

    ResponderExcluir
  7. putz, que existem maças podres em qualquer lugar, isso é fato. Mas jura que vocês acreditam na VEJA, a revista mais famosa por manipulação e sensacionalismo? Acho que nem tudo é tão simples assim, viu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão é que a VEJA trouxe documentos e depoimentos que comprovam os fatos. Não podemos pensar que tudo passa de puro sensacionalismo. Muitos médicos receitam sim anabolizantes ,não podemos ignorar esse fato.

      Excluir
    2. Até aqui tem PETRALHA comentando dizendo que não lê a VEJA pq ela faz sensacionalismo!? Mostra ai aquela tua edição da VEJA com a capa do collor que caiu, seu PETRALHA ABESTADO...

      Excluir
  8. Pedem 60 exames e ainda sem.resultados prescrevem até pó de testículo entre outras ervas.Cobram até R$ 2000,00 reais por semana paraumsoro "milagroso" Quanta picaretagem e o consultório é no Itaim !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha nem sabia disso!

      Excluir
  9. Vários artistas e cantores famosos fazem uso controlado de anabolizantes alegando fazer modulação hormonal. Mas essa prática nunca foi liberada pelo Conselho Federal de Medicina. O que eles fazem é crime.

    ResponderExcluir