17/12/13

Dr. Barakat se pronuncia sobre reportagem da VEJA São Paulo: "Foi tendenciosa"

Em nota, médico contou a sua versão sobre consulta realizada com jornalista da publicação


Dr. Mohamad BarakatO Dr. Mohamad Barakat, citado em uma reportagem da revista VEJA São Paulo sobre médicos que receitam bombas, se pronunciou em uma nota divulgada à imprensa no sábado passado, dia 14. "Resolvi me pronunciar por respeito aos meus amigos, pacientes e seguidores", inicia a nota.

O médico de 50 anos, que possui 23 anos de carreira, disse que a reportagem da VEJA São Paulo "foi tendenciosa, manipuladora e sensacionalista".

"O que ocorre, na verdade, é que a matéria é tendenciosa e utiliza falas minhas desconexas, dando a entender coisas que não são verdades", explicou.

Ele contou a sua versão sobre a consulta realizada com o jornalista. "Há alguns meses o editor da revista me procurou para uma consulta. Conforme a conversa e os exames de sangue apresentados ficou estabelecido uma modulação hormonal, prática reiterada e comum em pacientes que possuem alterações nos níveis de hormônios", disse.

Modulação hormonal


O médico afirmou que não usa hormônios em indivíduos que não possuem alterações clínicas. "Em relação ao uso de hormônios, como eu sempre digo, é preciso ser feito de forma ética, consciente e por um profissional capacitado!", disse.

O doutor defendeu os benefícios da modulação hormonal e explicou que ela não se relaciona ao uso de anabolizantes: "A modulação hormonal possui sim benefícios ao organismo quando feita da maneira e dosagem corretas. Modulação hormonal é equivocadamente relacionada aos anabolizantes, uma visão distorcida da realidade. A modulação hormonal só ocorre após a realização de exames que comprovem que ela será benéfica", esclareceu.

Mohamad deu explicações sobre as substâncias prescritas para o jornalista, "que apresentou níveis mínimos de testosterona dentro do padrão de normalidade". O creme transdérmico de testosterona foi receitado para modulação hormonal. Ele também justificou a indicação dos anabólicos oxandrolona e estanazolal ao afirmar que são substâncias "lícitas, liberadas pela ANVISA e disponíveis no mercado brasileiro de manipulação".

Ao contrário do que afirmou a revista, Barakat disse que não receitou aplicações de GH para o jornalista em sua clínica. "A desinformação do repórter em relação ao tema abordado é tão grande, que ele se atropela fazendo afirmações caluniosas. Na matéria ele diz que foi indicado GH com aplicação na clínica, o que é uma inverdade, pois, primeiramente, conforme pode ser visto na receita, sequer está descrita a prescrição deste hormônio. Além disso, ele demonstra total desinformação e má fé ao informar que a aplicação é feita na clínica", disse.

Tom pejorativo


Barakat, citado pela publicação como "um dos profetas da turma da malhação intensiva", manifestou seu desagrado pelo tom pejorativo com que seu nome foi citado na matéria: "Na reportagem o que me deixou mais indignado foi o tom pejorativo sobre o meu estilo e história de vida. Eu malho todos os dias, me alimento saudavelmente, não tenho vícios e prezo sempre pela qualidade de vida. Usar esse tipo de tom para falar sobre o estilo de vida é negar todos os benefícios de uma vida saudável, é falar sem conhecimento de causa", disse.

Ele também comentou a maneira como a sua formação acadêmica foi questionada pela revista: "Quando ele tenta desmerecer meu currículo pela falta de um título, isso novamente demonstra a falta de informação e o desejo de ferir a minha imagem, pois o título de especialista é utilizado para fins acadêmicos e concursos público e sua falta NÃO INVIABILIZA a prática da medicina", disse.

21 comentários :

  1. puta de um hipocrita, quando chegar a uma formação correlata ao seu papel voce diz algo.

    O problema é o oftalmo indicar GH e hormonios.

    ResponderExcluir
  2. Esse cara é um merda. Pilantra..

    ResponderExcluir
  3. Não tem nem formação de Medico do Esporte é bom bico ele e aquele DR FABIO GUEDES ,
    de medico não tem nada . Pessoal não vão nesses caras.
    muito safados e mentirosos. Se metem a dar treinos e tudo, me deu um treino, nada a ver , passando uns meu brotrher foi lá e passou o mesmo treino, sendo que o cara nunca tinha treinado na vida. Minha namorada teimou que queria ir e foi mesma coisa, ele mandou o mesmo treino.... não caiam nessa.

    ResponderExcluir
  4. O Dr Barakat é um grande profissional é uma dos melhores médicos do Brasil. Deveria, ler a história dele e curriculum antes de falarem tanta asneira. Parem de ser manipulados pela mídia. O cara estuda até hoje sempre evoluindo sua medicina. Já fiz vários tratamentos com ele e tive resultados absurdos de qualidade. O que ele passa muitas vezes é mesmo, sim! É daí? A conduta de ficar em forma é a mesma, basta você saber usar sua dose.

    ResponderExcluir
  5. Já me consultei com ele, indicado por um amigo que segue em vão os seus conselhos há anos. Uma vez para nunca mais.O cara é execrado na comunidade médica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E isso faz dele um profissional ruim? É execrado justamente por não se vender para a indústria alimentícia e farmaceutica. Faz um acompanhamento de 3 meses com um profissional que te indica todas as porcarias e guarde o resultado, depois faça outro acompanhamento com ele e compara o resultado de ambos. ;)

      Excluir
  6. Tive o desprazer de me consultar com este senhor, que me foi indicado por um amigo que segue há anos seus conselhos na tentativa de ganhar músculos e até o momento, o que ganhou foi problemas renais graves. Uma consulta para nunca mais voltar. Muito menos seguir o "planejamento". Antes de ir, conversei com um outro amigo, médico de renome formado pela USP e ele me disse: "Cuidado, esse tal aí é execrado pela comunidade médica". Acabei não ouvindo o meu amigo num primeiro momento e depois entendi a mensagem que ele queria me passar. Dr. Bomba, ouça essas palavras e tente trabalhar mais um tipo específico de massa: a cinzenta!

    ResponderExcluir
  7. Caiam fora, Esse cara destruiu a vida do meu melhor amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que aconteceu?

      Excluir
    2. O Dr. mandou excluir o Glúten e a Lactose, foi? kkkkkk Diz pro seu amigo continuar com eles para o seu amigo ver o que é vida destruida. O cara é FODA e isso da para ver pelo Snapchat, incontáveis resultados. Deixem de ser alienados.

      Excluir
  8. Esse talzinho de Barakat é o verdadeiro homem-bomba. Principalmente depois que deixou aquela barba rídicula... e nem escrever sabe. E quando houve um evento do Arnold no Rio e ele ficava paparicando um gringo bombado e ao final ainda postou uma foto no face como se fizesse parte do evento como convidado e era só um penetra...

    ResponderExcluir
  9. O cara é oftalmo e quer dar uma de endocrinologista. Se enxerga Baraku! O teu caso já está no CRM!!

    ResponderExcluir
  10. Não tem a mínima lógica tanto comentário vazio! Rs Ou melhor, cheios; mas de ódio. Quem acompanha o cara pelo Snapchat ou faz acompanhamento na clínica sabe o quanto ele é bom e o quanto preza para a saúde. No mínimo, quem comenta são as "crianças" de 40 anos nas costas que se entopem de glúten, lactose e todas as drogas diariamente, alienados pela indústria alimentícia. E ele é odiado na comunidade médica justamente por isso, por não ser preguiçoso como a maioria, por não seguir o "padrão"(lixo, quem pensa que somente a faculdade basta) por estudar e por ser diferente. E ele simplesmente PROVA, mostra RESULTADOS ditos não somente por ele, mas através dos próprios pacientes.
    Ao invés de criticarem e fazerem comentários maldosos, procurem fazer a diferença, procurem estudar, procurem parar de serem alienados pelas indústrias que só querem faturar milhões e milhões ao custo de vocês.

    ResponderExcluir
  11. Não tem a mínima lógica tanto comentário vazio! Rs Ou melhor, cheios; mas de ódio. Quem acompanha o Dr BARAKAT pelo Snapchat ou faz acompanhamento na clínica sabe o quanto ele é bom e o quanto preza para a saúde. No mínimo, quem comenta são as crianças de 40 anos nas costas que se entopem de glúten, lactose e todas as drogas diariamente. E ele é odiado na comunidade médica justamente por isso

    ResponderExcluir
  12. Estes comentários negativos direcionados ao Adr. Barakat são criados por pessoas da Revista e por pessoas da indústria farmacêutica. Acompanho o Dr. e não existe nada disso. É só vocês pensarem nas alimentações que ele segue, suas atividades,etc.. Nem suplemento ele gosta. Olha a explicação sobre a caseína, que é um lixo. Olha as melhoras com DHEA,melatonin e D3.O restante não passa de modulação hormonal. Olhem os artigos publicados da medicina americana que sita os mesmos tratamentos contra doenças desgenerativas e autoimune. Acorda pessoal!! Vamos estudar mais!!

    ResponderExcluir
  13. Acompanho o dr.barakat nas redes sociais
    e por causa dos ensinamentos dele emagreci15k e recuperei minha saúde.

    ResponderExcluir
  14. Alienados são esses que escrevem a favor desse tal médico, em troca talvez de alguns outros favores. Raciocinem: o que esse tal médico, cuja formação acadêmica não é correlata com as suas prescrições (aliás, vejam a faculdade em que eles se formou em Oftalmologia para concluírem que a mesma não é de primeira linha), tem como diferencial em relação aos outros médicos, esses sim, com formação na área em que atuam? Seria esse tal médico um gênio, portanto, para conseguir supostos resultados alardeados aqui pelos seus simpatizantes? Não. Ele só se aproveitou de um nicho de mercado E da mídia para atrair tolos e deles se aproveitar. Que médico sério precisa apelar para propaganda em redes sociais para se auto-promover? Alienados e simpatizantes desse tal doutor: pesquisem mais, se proponham a pagar mais, mas não se deixem mais enganar. Ou vocês acham que a conceituada revista Veja iria publicar uma matéria assim sem embasamento? É claro que a resposta de vocês já é conhecida: "é um sórdido complô contra o tal doutor." Como se ele fosse muito importante para ser vítima disso. A matéria foi publicada não porque o tal doutor incomoda os demais médicos sérios e sim porque a maneira como ele age não deve estar de acordo com os procedimentos e protocolos médicos.

    ResponderExcluir
  15. O "Dr" e seus asseclas se referem aos EUA como se tivessem algum conhecimento do que se passa por lá e, com isso, tentam iludir os incautos. Nos EUA a comunidade médica é seria, bem como muitos médicos em São Paulo. "Dr": menos, por favor. Não fazes parte desse rol. E ainda alguns seguidores do "Dr" escrevem que nem de suplemento ele gosta. Pode até não gostar, mas receita. Aliás, vários tipos de "suplementos". "Dr": perceba de uma vez por todas que "massa cinzenta" não é a cor do pote do suplemento que voce "nem gosta".

    ResponderExcluir
  16. Decepcionado com o dr.barakat depois da reportagem da veja.

    ResponderExcluir
  17. Conceituada revista? A Veja é a revista mais manipuladora que conheço. Já fui entrevistada pela mesma e fui surpreendida por ter os fatos compartilhados totalmente destorcidos.

    ResponderExcluir
  18. Conceituada revista Veja???? KKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir