31/07/14

"Minhas repostas foram cortadas", diz Léo Stronda sobre entrevista a Roberto Cabrini

"Cabrini foi incisivo e claramente quis me colocar contra a parede", disse o rapper do Bonde da Stronda que participou do Conexão Repórter dessa quarta-feira, dia 30


O fisiculturista e rapper Léo Stronda foi entrevistado por Roberto Cabrini no documentário "Músculos Proibidos". Foto: Reprodução/SBt

O rapper Léo Stronda ficou decepcionado com a edição do documentário "Músculos Proibidos", exibido no Conexão Repórter nessa quarta-feira, dia 30. Após assistir ao programa, o fisiculturista que foi entrevistado pelo jornalista Roberto Cabrini disse em uma rede social que as suas respostas foram manipuladas.

"É como esperávamos. A TV sempre será sensacionalista. Minhas repostas foram cortadas e algumas super importantes não foram ao ar. Colocaram em foco o uso errôneo de medicamentos e não o esporte", opinou.

Léo explicou o motivo de ter chamado de ignorante o auxiliar de montagem Paulo, um fã que faz uso de anabolizantes para ganhar músculos de forma rápida. "Quando chamei o rapaz de ignorante falava de sua posição sobre o assunto, onde vimos que ele não sabe nada sobre, porém foi muito corajoso em colocar a cara assim", justificou.

O rapper esclareceu que não faz uso de medicamentos controlados sem orientação médica: "Não sou um idiota e sempre tive acompanhamento médico em meus usos de medicamentos controlados".

Stronda ainda criticou a postura de seu entrevistador: "Cabrini foi incisivo e claramente quis me colocar contra a parede, é um ótimo profissional, mas não sabe nada sobre o mundo do bodybuilding é claro", opinou.

Por fim, o cantor pediu desculpas aos seus seguidores pela imagem passada pelo programa. "Peço desculpas pela imagem que foi passada do esporte no programa hj. Mas se colocassem tudo o que eu disse com certeza veriam o valor que eu dou ao nosso esporte. Noix!", finalizou

Ao tomar conhecimento da reação de Stronda, Roberto Cabrini apagou um tuíte no qual fazia um elogio à sinceridade do cantor, em seu perfil no Twitter.

Um comentário :