03/12/14

Thor Batista alcança 105 kg e assume recorrer a anabolizante rejuvenescedor

Em declaração à coluna "Retratos da Vida", empresário admitiu que faz modulação hormonal com DHEA (dehidroepiandrosterona)


Thor Batista exibe em rede social o físico musculoso em academia. Foto: Instagram/Reprodução

Em 2011,Thor Batista postou um vídeo na internet em que mostrava o físico musculoso durante um treino de musculação, em sua academia particular. O vídeo foi retirado do ar em poucos dias, após receber vários comentários de internautas que acusavam o jovem de 19 anos de fazer uso de anabolizantes.

Nesta quarta-feira, dia 03, o Jornal Extra publicou uma declaração que Thor concedeu à coluna "Retratos da Vida" a respeito de sua forma física.

O empresário de 23 anos e 1,90 m contou que alcançou o físico musculoso de 105 kg graças à musculação, atividade física que pratica com foco e disciplina desde os 17 anos. Thor revelou que faz modulação hormonal com DHEA (dehidroepiandrosterona), um propulsor hormonal, e que recebe acompanhamento médico especializado.

Thor disse que o uso do DHEA deixa o corpo e o rosto "mais bonitos com percentual de gordura menor". Adepto da terapia da modulação hormonal ele revelou que nunca fez uso de drogas e que evita bebidas alcóolicas. Leia abaixo, a declaração de Thor Batista, na íntegra.


Eu malho há 6 anos e 5 meses. Já atingi 105 kg mas com percentual de gordura maior do que tenho hoje, que por sinal também não é baixo. O corpo e o rosto ficam mais bonitos com percentual de gordura menor, mas como me estresso muito com trabalho, gosto de comer bem, como chocolate todos os dias antes de dormir (risos). Já não sigo a disciplina de comer de três em três horas com rigor há um bom tempo, apesar de que alguns estudos recentes que comparam dietas apontam que não há muitos benefícios em fazer seis refeiçoes por dia.

O único hormônio que já usei, e ainda uso, é o DHEA (dehidroepiandrosterona). Ele é precursor da testosterona e androstenediona. Ou seja, a ingestão dele vai resultar num aumento nos níveis destes outros hormônios (sem fazer com que o corpo pare de produzir testosterona naturalmente), que vai resultar também num aumento de dihidrotestosterona pela enzima 5-alfa redutase: aumento da estrona E1 e estradiol E2, dois principais tipos de estrogênio. O aumento dos níveis de estrogênio é indesejável, pois apresentam muitos efeitos colaterais, inclusive câncer de próstata, se associado com nível de dihidrotestosterona muito alta. Os estudos mais recentes apontam que o nível ideal para o estradiol eh entre 20 a 30 pg/ml, eu mantenho o meu nível nesta faixa utilizando inibidores de aromatase naturais: Crisina, resveratrol, indol-3-carbinol, Di-indol-metano. O aumento de dihidrotestosterona eu controlo com Pygeum e urtica dioica, também naturais.

Isso tudo é controlado rigorosamente com exames de sangue realizados com frequência e acompanhamento de médico especializado em modulação hormonal, nome dado a esta terapia.

É um hormônio esteroide, sim, autorizado e indicado por alguns médicos e vendidos em lojas de suplementos ou manipulados em farmácia de manipulação. Mas não chega nem perto da potencia dos conhecidos: Durateston, Winstrol, Oxandrolona. Estes, sim, são perigosos. Existem médicos que são contra este tipo de tratamento, mas existem milhares de estudos comprovando a eficácia de modulação hormonal, principalmente nos Estados Unidos. Em outra palavras, é um “ajuste fino” do seu perfil hormonal. Níveis otimizados e ajustados dos hormônios são capazes ate de prevenir doenças. Os valores absolutos contam, mas a relação entre eles é mais importante ainda.

Nunca usei drogas e a quantidade de álcool que consumo num ano inteiro é extremamente baixa, deve ser aproximadamente umas cinco taças de vinho, só porque a namorada insiste (risos). O álcool faz muito mal a saúde, é muito pior do que as pessoas pensam, alem de atrapalhar a evolução do corpo e alterar o perfil hormonal (aumentar SHBG e estimular a aromatase, enzima que converte testosterona em estradiol e androstenediona em estrona).

Tamanho, força e definição virão com mais tempo de treino, mas não tenho uma meta, simplesmente continuarei treinando, suplementando e comendo bem.


O anabolizante DHEA


A DHEA também é conhecida como o "hormônio da juventude" ou o "super-hormônio do antienvelhecimento". Naturalmente produzida pelo corpo humano, estimula a produção da testosterona nos homens, hormônio responsável pelo crescimento da massa muscular. Por isso, a substância é considerada anabolizante.

Aumento da massa muscular, aumento da longevidade e aumento da potência sexual. Esses são alguns dos supostos benefícios obtidos com o uso do hormônio em forma de suplemento. Porém, ainda não existem pesquisas científicas que comprovem a eficácia de sua utilização.

Estudos científicos identificaram como efeitos colaterais do hormônio o aparecimento de acne, aumento de pêlos faciais em mulheres, problemas no fígado, aumento da pressão arterial, redução do Colesterol HDL (o bom Colesterol), entre outros.

No Brasil, a DHEA faz parte da lista de substâncias anabolizantes e está sujeita a controle especial de acordo com a Resolução RDC n. 39, de 9 de julho de 2012 publicada pela Anvisa. O hormônio não pode ser adicionado em alimentos no país, de acordo com o Guia para Comprovação da Segurança de Alimentos e Ingredientes, publicado pela Agência em 2013.

Como todo anabolizante, o uso do DHEA é proibido para a prática esportiva. O hormônio aparece na lista de substâncias proibidas de 2014 da Agência Mundial de Anti-Dopagem, a WADA, sendo classificado como um "agente anabólico" do tipo EAA (Esteróide Anabólico Androgênico)".

Thor Batista pratica musculação desde os 17 anos Foto: Instagram/Reprodução
Thor Batista pratica musculação desde os 17 anos
Foto: Instagram/Reprodução

O filho de Eike Batista contou que faz modulação hormonal com DHEA Foto: Instagram/Reprodução
O filho de Eike Batista contou que faz modulação hormonal com DHEA
Foto: Instagram/Reprodução

Thor recebe acompanhamento médico especializado Foto: Instagram/Reprodução
Thor recebe acompanhamento médico especializado
Foto: Instagram/Reprodução

A DHEA é um hormônio esteróide que estimula a produção de testosterona Foto: Instagram/Reprodução
A DHEA é um hormônio esteróide que estimula a produção de testosterona
Foto: Instagram/Reprodução

Nos homens, a testosterona é responsável pelo aumento da massa muscular Foto: Instagram/Reprodução
Nos homens, a testosterona é responsável pelo aumento da massa muscular
Foto: Instagram/Reprodução

Thor disse que a DHEA é indicada por alguns médicos e vendida em lojas de suplementos Foto: Instagram/Reprodução
Thor disse que a DHEA é indicada por alguns médicos e vendida em lojas de suplementos
Foto: Instagram/Reprodução

Thor disse que nunca usou drogas e afirmou que o álcool atrapalha a evolução do corpo Foto: Instagram/Reprodução
Thor disse que nunca usou drogas e afirmou que o álcool atrapalha a evolução do corpo
Foto: Instagram/Reprodução

"Não tenho uma meta, simplesmente continuarei treinando", disse Foto: Instagram/Reprodução
"Não tenho uma meta, simplesmente continuarei treinando", disse
Foto: Instagram/Reprodução

2 comentários :

  1. Modulação hormonal é a nova desculpa que usam para justificar o uso de bombas!

    ResponderExcluir
  2. Rosto mais bonito? Onde? E o corpo fica cheio de espinhas, horrível

    ResponderExcluir