08/03/15

"Não consegui me apresentar na minha melhor forma", diz Eduardo Corrêa

Fisiculturista disse que teve dificuldade em alcançar o peso da categoria no Arnold Classic


Eduardo Corrêa no palco do Arnold Classic 2015. Foto: Ron Avidan

Neste domingo, dia 08, o fisiculturista Eduardo Corrêa, contou detalhes de sua preparação para o Arnold Classic 2015, em Ohio (EUA). O atleta, que ficou em terceiro lugar no Arnold Classic 2015, revelou que teve dificuldade em alcançar o peso da categoria (96,1 kg) durante o intervalo entre a pesagem e a apresentação.

"Diferente do Mr. Olympia, onde a pesagem se dá na quarta-feira e a competição no sábado, no Arnold Classic pesamos na quinta à noite e competimos no dia seguinte, às 13:00 h. Entre esse meio tempo temos o meet and greet (sessão de autógrafos) e sessões de tanning (pintura). Nunca foi novidade para quem me acompanha, a dificuldade que tenho em conseguir bater o peso de 212 pounds (96,1 kg) visto a minha estatura. Portanto a logística do Olympia acaba me favorecendo em relação ao Arnold, pois eu tenho tempo hábil para sair do estado de depletação e ganhar o que se chama de 'fulleness', um físico mais cheio e denso", disse em uma rede social.

Eduardo Corrêa subiu no palco da competição com 94,3 kg, quase dois quilos a menos do que o esperado. "No Olympia eu pesei 210,4 pounds e competi com quase 215. Aqui em Ohio, pesei 211,4 e competi com 208. Isso já diz bastante coisa né? Eu só percebi que estava 'vazio' após as prévias pela minha percepção de contração muscular, ou melhor, pela falta dela", disse.

O fisiculturista tentou aumentar o peso para se apresentar na melhor forma possível. "Tentei reverter a situação para as finais e fiz 2 refeições cavalares ganhando 6 pounds em menos de 3 horas. À noite me apresentei um pouco melhor, mas já não era mais tempo. Em resumo: eu não consegui me apresentar na minha melhor forma. Às vezes mesmo você não estando na melhor forma, você ainda é superior aos demais. Isso já seria outra discussão. Mas pra mim o que realmente vale é conseguir apresentar se na melhor forma por isso o resultado é apenas uma consequência do trabalho; vencendo ou perdendo. Não é vergonha alguma errar quando o propósito é acertar. Tive uma longa conversa com meu nutricionista Chris Aceto onde identificamos todas as falhas e já iniciamos o planejamento para o segundo semestre. Quero agradecer o carinho e a torcida de todos, fãs, amigos, familiares e patrocinadores. Amo vocês!", disse.

Nenhum comentário :

Postar um comentário