15/09/15

Kai Greene não foi banido do Mr. Olympia 2015, afirma promotor

Promotor Robin Chang disse que Kai Greene não assinou o contrato do Mr. Olympia 2015


Kai Greene no palco do Mr. Olympia de 2014. Foto Dan Ray / Muscular Development

O promotor de Kai Greene, Robin Chang, falou sobre o afastamento do fisiculturista do Mr. Olympia 2015. Em entrevista ao site FLEX, ele disse que o atleta não foi banido nem proibido de competir no evento. "Não mesmo!", enfatizou.

Robin esclareceu que Kai já estava com contrato do evento em mãos desde abril, mas se recusou a assinar por razões conhecidas apenas por ele. "Este é o mesmo contrato que Kai assinou nos últimos 6 anos. Nada mudou, só as datas. Se ele foi proibido de competir, por que iriam lhe enviar o contrato?", indagou.

O promotor disse que o prazo final para a assinatura do contrato se encerraria em maio, mas Kai solicitou um adiamento. "Eu concedi a Kai mais tempo, até o início de julho. Falei pessoalmente com Kai inúmeras vezes, como eu faço com todos os atletas qualificados, para lembrá-los da data de vencimento", disse.

Kai estava ciente de que sem a assinatura do contrato seu nome não apareceria em nenhum material de divulgação e ele não seria autorizado a competir.

Robin disse que falou pessoalmente com o gerente, a namorada e o patrocinador de Kai para se certificar de que ele estava ciente do prazo. Mas nenhum contrato foi assinado.

"É claro que nós gostaríamos de ver Kai competir no Olympia. Ele é um grande fisiculturista e um concorrente feroz, e do ponto de vista dos negócios seria insensato bani-lo. Ele tem uma grande legião de fãs por causa de sua paixão pelo esporte, mas por suas próprias razões, preferiu não assinar o contrato e não fazer o show. A decisão foi exclusivamente dele", esclareceu Chang.

Um comentário :