15/10/15

Cinco passos para seu filho ter uma alimentação saudável

A alimentação saudável deve começar desde a infância


Os pais devem estimular o envolvimento dos filhos no preparo dos alimentos. Foto: ZouZou

Blog da Saúde

Dia 16 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Alimentação. Esse dia, que já é reconhecido em mais de 150 países, objetiva informar e conscientizar quanto às questões relacionadas à nutrição e à alimentação em todo o mundo, destacando a luta contra a fome e a obesidade, dois problemas bem distintos, mas relevantes no mundo hoje.

Comer de forma saudável é um hábito que deve estar presente em nosso dia a dia. O Guia Alimentar para População Brasileira, em sua edição revisada de 2014, traz recomendações e dicas, incentivando o consumo de alimentos in natura e minimamente processados, que devem ser a base para uma alimentação nutricionalmente balanceada.

É importante destacar que a alimentação saudável deve começar desde a infância. Durante o período da amamentação, por exemplo, a dieta materna imprime ao bebê, por meio do leite humano, contato com aromas e sabores diferentes, o que facilita a experiência da criança com alimentos novos.

Célia Regina Chaves, nutróloga do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), dá dicas para promover uma alimentação saudável para os pequenos.

Envolva a criança no preparo dos alimentos


É interessante envolver a criança na escolha, compra e preparação dos alimentos, estimulando a criatividade, o contato com novos alimentos e a valorização do ato de cozinhar.

A alimentação deve ser fornecida em quantidade e qualidade suficientes


A quantidade de comida que a criança irá consumir deve estar adequada à necessidade dela. Tão importante quanto a quantidade a ser ofertada, a qualidade da alimentação é fundamental para garantir uma alimentação adequada e saudável para crianças. A regra de ouro para uma alimentação saudável é: prefira sempre alimentos in natura e minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultraprocessados.

Procure variar a forma de preparo


Ralar, amassar, picar, fazer sucos e preparações culinárias com os alimentos que a criança gosta é uma forma de atrair o interesse da criança. Sucos de couve com limão, bolinhos de espinafre, chuchu, abóbora, mandioquinha, massas de macarrão com brócolis, lasanha com abobrinha. Doces ou bolos de cenoura, abóbora ou mandioca, purês e patês de cenoura, abóbora, mandioquinha e batata, entre outros.

Alimentação inadequada na adolescência pode causar doenças


A alimentação inadequada na adolescência pode levar ao risco imediato ou a longo prazo de doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão, diabetes e obesidade. Por isso é importante manter horários regulares e comer devagar, mastigando bem os alimentos, fazer um café-da-manhã saudável, incluindo frutas e alimentos in natura ou minimamente processados, intercalar as principais refeições com pequenos lanches saudáveis. Além de uma alimentação balanceada, a prática de atividades físicas também é saudável para o adolescente, que precisa de mais energia e disposição.

O prato colorido


As refeições coloridas apresentam um visual bonito que estimulam o apetite e garantem o consumo de todos os nutrientes necessários para uma alimentação saudável. Devem ser oferecidos alimentos de todos os grupos alimentares como, feijões, cereais, raízes e tubérculos, legumes, verduras, frutas, leite e carnes e variar os alimentos dentro de cada grupo.

A Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde sugere opções de lanches divertidos e saborosos para as crianças. Vale lembrar que essas sugestões servem para lanches escolares, reuniões entre amigos, piqueniques ou reuniões em família, incentivando a alimentação saudável em todos os momentos. Lanches podem ser saudáveis e muito gostosos e a promoção da alimentação saudável se inicia e se fortalece em pequenos atos como este.

• Milho cozido - prático de se fazer, é rico em fibras, dá energia e as crianças adoram.

• Salada de frutas - além da variedade de vitaminas e minerais presente nas frutas, é importante inclui-las no cardápio infantil e nas diversas refeições. A apresentação pode ser variada, adicionando granola caseira, rica em fibras e apresenta teor reduzido de açúcar; iogurte natural, que também pode ser feito em casa.

• Água saborizada - evitando o consumo de refrigerante e sucos artificiais. A água é a melhor forma de hidratação e pode ser saborosa: adicione frutas cítricas; ervas (hortelã, erva-doce, manjericão) e use a criatividade!

• Espetinho nutritivo - tomate cereja com pedacinhos de queijo e folhas de manjericão garantem benefícios como os do licopeno presente no tomate, um poderoso antioxidante e o cálcio presente no queijo, importante nutriente para o crescimento dos pequenos.

• Sanduíche natural - opte por utilizar pães integrais ou feitos em casa, pois eles precisam de carboidratos como fonte de energia. Além disso, as fibras contribuem para uma maior saciedade e um aumento na qualidade nutricional deste alimento. Boas opções de recheio são pasta de frango, de grão de bico e de atum caseiras, guacamole, folhas, tomate, pepino, cenoura e beterraba raladas, ricota e etc.

• Mini taça de iogurte caseiro - um alimento rico em cálcio e queridinho pelas crianças, pode ser servido em taças e decorado com frutas de uma maneira divertida e atrativa.

• Picolé de frutas - essa é uma ótima sugestão para dias ensolarados. Feitos de suco natural e sem açúcar, são ótimos para combater o calorão.

• Cookies integrais caseiros de aveia e castanha - ótima opção para levar na lancheira, agradando assim todos os paladares.

• Hambúrguer caseiro - fazer este hambúrguer é uma experiência incrível, pois as crianças pode participar na preparação e incentivar a produção dos nossos próprios alimentos.

• Bolo caseiro - uma ótima sugestão de preparação rápida e fácil de fazer. Além disso, fazer em casa possibilita que se utilize menos quantidade de ingredientes como óleos e açúcares, deixando o bolo ainda mais saudável.

Nenhum comentário :

Postar um comentário