18/01/16

Saiba como identificar os principais sintomas de câncer de pele

Saiba como prevenir e identificar os principais sintomas da doença


Prevenção do câncer de pele. Foto: Ministério da Saúde

Blog da Saúde

O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum na humanidade. Em um país tropical como Brasil, com alta incidência solar durante todo ano, ele se torna ainda mais frequente. Existem dois tipos principais da doença: o melanoma, que se origina das células que produzem o pigmento que dá cor à pele, a melanina, um tumor mais agressivo que pode causar metástase para outros órgãos. E o não melanoma, que se origina nas células basais e apresenta altos percentuais de cura, se for detectado precocemente. Esse último o de maior incidência no Brasil, correspondendo a 25% de todos os tumores malignos registrados no país.

O principal fator de risco deste tipo de câncer é o tom da pele. Pessoas de pele muito claras estão mais suscetíveis, principalmente aquelas que ao se exporem ao sol e não se bronzeiam, ficam vermelhas. Nos indivíduos negros, a doença é mais comum nas partes brancas do corpo, como as palmas das mãos e plantas dos pés ou sob as unhas.

O dermatologista chefe do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), Dolival Lobão, alerta que qualquer ferimento na pele que não cicatriza entre 10 e 15 dias precisa ser avaliado por um profissional de saúde, pois ele pode ser um sinal de câncer.

Uma forma de prevenir o câncer de pele é evitar a exposição ao sol no horário das 10h às 16h, quando os raios são mais intensos. Mesmo em outros períodos do dia recomenda-se a utilização de proteção como chapéu, guarda-sol, óculos escuros e filtros solares com fator de proteção 15 ou superior.

O autoexame da pele também é fundamental para detectar precocemente o câncer de pele, tanto o melanoma quanto o não-melanoma.

Quando fazer?

É importante realizar o autoexame regularmente. Assim você se familiarizará com a superfície normal da sua pele. É útil anotar as datas e a aparência da pele em cada exame.

O que procurar?

  • Manchas pruriginosas (que coçam), descamativas ou que sangram
  • Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor
  • Feridas que não cicatrizam em 4 semanas

Como fazer?

  1. Em frente a um espelho, com os braços levantados, examine seu corpo de frente, de costas e os lados direito e esquerdo;
  2. Dobre os cotovelos e observe cuidadosamente as mãos, antebraços, braços e axilas;
  3. Examine as partes da frente, detrás e dos lados das pernas além da região genital;
  4. Sentado, examine atentamente a planta e o peito dos pés, assim como os entre os dedos;
  5. Com o auxílio de um espelho de mão e de uma escova ou secador, examine o couro cabeludo, pescoço e orelhas;
  6. Finalmente, ainda com auxílio do espelho de mão, examine as costas e as nádegas.

Deve-se ter em mente o ABCDE. Com ele você pode avaliar a evolução de uma pinta em melanoma, caso ela tenha as características descritas abaixo:

Teste do ABCDE para câncer de pele do tipo melanoma. Foto: Ministério da Saúde

Caso encontre qualquer diferença ou alteração na pele, procure uma unidade de saúde do SUS.

Nenhum comentário :

Postar um comentário