28/03/2017

Descubra se um medicamento vendido na internet é confiável

Saiba como verificar se um produto possui registro sanitário na Anvisa


Medicamento. Foto: Pexels

Mônica Plaza
Blog da Saúde

Pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde verificou que várias empresas vendem medicamentos de forma ilegal na internet, como inibidores de apetites, esteróides anabolizantes, remédios abortivos e de receita azul. O levantamento “Fiscalização digital: ameaças à saúde coletiva na internet” mostra que, na internet, os criminosos usam símbolos e logomarcas de serviços e produtos do Ministério da Saúde e enganam os consumidores com anúncios de que os medicamentos têm o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Daí surge a pergunta: como saber se o medicamento vendido, seja na internet, seja na farmácia, é confiável? Primeiro, é preciso ter consciência de que a Anvisa é o órgão responsável por realizar o registro sanitário de medicamentos no Brasil. De acordo com Rejane Silva, coordenadora de Registro de Medicamentos Genéricos e Similares da Anvisa, o registro sanitário é autorizado conforme a categoria do produto.

“Ele é dividido em medicamentos novos, medicamentos genéricos e similares, produtos biológicos, medicamentos específicos, medicamentos fitoterápicos, homeopáticos e dinamizados, radiofármacos e gases medicinais. Cada categoria exige uma série de testes efetuados in vivo (humanos) e in vitro (testes físico-químicos em laboratório). Tudo isso tem o objetivo de mostrar que os medicamentos são eficazes a que se propõem, seguros quanto ao uso em humanos e têm a qualidade necessária para tratamentos de pacientes”, explica.

As empresas devem desenvolver seus medicamentos e submetê-los à apreciação da Anvisa. Após análise da documentação apresentada, podem ter o registro concedido, caso obedeçam todos os critérios explicitados acima. Rejane Silva afirma que somente o registro sanitário pode dar garantias ao consumidor de que o medicamento tem segurança, eficácia e qualidade para uso em pacientes.

Sem o registro é difícil confirmar sua origem e identificar o responsável pela comercialização no Brasil. “Medicamentos sem registro não têm garantia de procedência, não têm sua formulação testada e aprovada como segura e eficaz. E ainda podem conter substâncias prejudiciais à saúde do consumidor”, destaca a coordenadora.

Para saber a procedência do medicamento, basta verificar em sua caixa o número que procede a sigla Reg. MS. Com relação à consulta sobre registro de medicamentos pela internet, basta acessar o link disponível no site da Anvisa.

Ouça a matéria da Web Rádio Saúde



Veja como realizar uma consulta no site da Anvisa


Passo 1: No site, é possível fazer uma consulta por nome de produto, número de registro ou ainda por princípio ativo. Vamos tomar como exemplo o anticoncepcional "Diane 35" para mostrar como fazer uma consulta por nome de produto.

Consulta por nome de produto no site da Anvisa. Foto: Reprodução
Consulta por nome de produto no site da Anvisa.
Foto: Reprodução

Passo 2: Verifique o nome do produto, os números de registro e processo, o nome e o CNPJ da empresa fabricante e o vencimento do registro sanitário.

Site da Anvisa mostra se existem produtos registrados com nome procurado. Foto: Reprodução
Site da Anvisa mostra se existem produtos registrados com nome procurado.
Foto: Reprodução

Passo 3: Confira todos os detalhes do produto, como o princípio ativo e a categoria à qual se enquadra.

Consulta mostra detalhes sobre produto pesquisado. Foto: Reprodução
Consulta mostra detalhes sobre produto pesquisado.
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário